As Cidades Mais Violentas do Mundo – 2016

Esse post saiu mega-atrasado porque, na verdade, estive muito relutante em postá-lo. Os resultados saíram em Abril, e mostram 19 cidades brasileiras entre as 50 mais violentas do mundo, relacionado a 2016, considerando a proporção de “assasinatos / população”. Ainda não acho que seja a melhor medida do mundo para medir a violência de uma cidade, pois acaba deixando grandes metrópoles de fora só porque elas têm maior população. Mas, enfim, por falta de outra metodologia, seguiremos com a série.

Aliás, como já avisei, há 19 cidades brasileiras desa vez (contra 21 do ano passado). Porto Alegre e Campinas saíram do ranking dessa vez.

Repetindo o ano passado, a cidade mais violenta do mundo seria Caracas. E dessa vez, a segunda colocada é Acapulco (México) que, tristemente, avançou 2 posições e tomou a colocação de San Pedro Sula. Como é novamente apontado, a situação da Venezuela continua muito ruim, e no México piorou muito.Veja a situação de Victoria, atualmente quinta colocada, que estava na posição 46!

Aliás, vale notar que entre as 50 cidades, 42 são latino-americanas.

Comente o que você acha desses números.

Posição

Atual / anterior

Cidade

País

Homicídios

Habitantes

Taxa de homicídios por 100.000 habitantes

1 / 1 Caracas Venezuela 4.308 3.305.204 130,35
2 / 4 Acapulco México 918
810.669
113,24
3 / 2 San Pedro Sula Honduras 845 753.864 112,09
4 / 6 Distrito Central Honduras 1.027 1.206.897 85,09
5 / 46 Victoria México 293
346.029
84,67
6 / 5 Maturín Venezuela 499 592.574 84,21
7 / 3 San Salvador El Salvador 1.483 1.778.467 83,39
8 / 11 Ciudad Guayana

Palmira

Venezuela 727 877.547 82,84
9 / 7 Valencia

Cidade do Cabo

Venezuela 1.124 1.560.586 72,02
10 / 13 Natal Brasil 1.097 1.577.072 69,56
11 / 26 Belém Brasil 1.633 2.422.481 67,41
12 / 38 Aracaju

Fortaleza

Brasil 589 938.550 62,76
13 / 9 Cidade do Cabo África do Sul 2.434 4.005.000 60,77
14 / 15 ST. Louis EUA 188 311.404 60,37
15 / 27 Feira de Santana Brasil 375 622.639 60,23
16 / 36 Vitória da Conquista Brasil 208 346.069 60,10
17 / 20 Barquisimeto Venezuela 785 1.322.068 59,38
18 / 24 Cumaná Venezuela 266 448.507 59,31
19 / 39 Campos dos Goytacazes Brasil 275 487.186 56,45
20 / 14 Salvador (Região Metropolitana) Brasil 2.180 3.984.583 54,71
21 / 10 Cali Colômbia 1.358 2.514.759 54,00
22 / 35 Tijuana México 871 1.641.570 53,06
23 / 25 Guatemala Guatemala 1.596 3.026.729 52,73
24 / 17 Culiacán México  469  905.265  51,81
25 / 18 Maceió Brasil  529  1.021.709  51,78
26 / 19 Baltimore EUA  318  621.849  51,14
27 / – Mazatlán México  245  502.547  48,75
28 / 37 Recife Brasil  1.887  3.940.456  47,89
29 / 16 João Pessoa (+ cidades conurbadas) Brasil  530  1.114.039  47,57
30 / 34 Gran Barcelona Venezuela 397 846.353 46,86
31 / 8 Palmira Colômbia 142 306.727 46,30
32 / 33 Kingston Jamaica 545 1.199.613 45,43
33 / 21 São Luís Brasil 693 1.526.213 45,41
34 / 32 New Orleans EUA 176 389.617 45,17
35 / 12 Fortaleza
Brasil
1.808 4.019.213 44,98
36 / 28 Detroit EUA 302 677.116 44,60
37 / – Juárez México 607 1.391.180 43,63
38 / 30 Teresina Brasil 363 847.430 42,84
39 / 22 Cuiabá Brasil 365 856.706 42,61
40 / – Chihuahua México 369 878.062 42,02
41 / 50 Obregón México 133 324.788 40,95
42 / 29 Goiânia (e Aparecida de Goiânia) Brasil 782 1.980.774 39,48
43 / 42 Nelson Mandela Bay África do Sul 495 1.263.000 39,19
44 / – Armenia Colômbia 145 376.185 38,54
45 / 48 Macapá Brasil 179 465.495 38,45
46 / 23 Manaus Brasil 801 2.094.391 38,25
47 / 32 Vitória Brasil 681 1.813.977 37,54
48 / – Cúcuta Colômbia 305 824.406 37
49 / 44 Curitiba Brasil 1.148 3.287.046 34,92
50 / 41 Durban África do Sul 1.261 3.662.000 34,43

Fonte: http://www.seguridadjusticiaypaz.org.mx/sala-de-prensa/1471-por-segundo-ano-consecutivo-caracas-es-la-ciudad-mas-violenta-del-mundo-acapulco-la-segunda

Relatório em: http://www.seguridadjusticiaypaz.org.mx/biblioteca/download/6-prensa/239-las-50-ciudades-mas-violentas-del-mundo-2016-metodologia

Ou use nossa cópia local, aqui.

 

Oi

E aí, galera, tudo bem? Percebi que o horário de almoço e alguns (poucos) momentos livres ao longo do dia são bons para reflexão e ideias fluem… ok, nem sempre, mas às vezes sim, e bem que eu poderia aproveitar e postar qualquer groselha aqui (até parece que alguém me lê). É o que estou fazendo agora. Estou almoçando. E depois mais muitas horas de trabalho, então é bom aproveitar o tempo livre.

Por aqui, uso o tempo livre pra ouvir música e/ou uns podcasts. Já me inteirei das novidades tecnológicas pelo cocoatech e loop matinal. Agora é hora do digital tsunami. Amanhã não sei. E a tarde, além de muito trabalho, sabe-se lá o que me espera. Tenho reunião, uma mini-apresentação a fazer (se isso não estiver na nova ortografia, me avisem), e vamos que vamos. Como coordenador de uma equipe que trata Incidentes, tudo pode acontecer, e haja equilíbrio e sangue frio…

Assembly 2017


Está rolando hoje, e termina amanhã, a AsmParty 2017. Acessem pelo site deles e divirtam-se. Streamings ao vivo pelo Twitch. Competições variadas, incluindo CS, além das competições de compos (vídeos, músicas, etc)

Www.assembly.org

Diversão garantida na nossa festa favorita, que leva o nome da nossa linguagem favorita… e que sempre quis estar ao vivo, mas ainda não deu…

O fim das cornetas

Fonte: Câmara Notícias


Você se lembra daquelas cornetas infernais que forma muito vendidas na época da Copa Mundo, que infestaram as cidades, e, pra piorar, os camelôs faziam questão de tocar o dia inteiro para te convencer a comprar, e dá pra ouvir a quilômetros de distância?

Os dias delas estão perto do fim. Pelo menos de forma legal.

Com a aprovação, ontem, pela CCJ da Câmara, do Projeto de Lei 3022/08  (ou seja, desde 2008 isso já incomodava), a venda desse tipo de corneta, movida a propanobutano, será proibida em breve. E era extremamente inseguro. OK, o gás não é explosivo, mas é tóxico. Há anos, houve casos de pessoas morrendo pela inalação desse gás (mesmo que elas devessem saber que a ideia de uma corneta não é apontar para o nariz. Assim como cola de sapateiro não deveria ser pra cheirar). E o ruído não só incomoda. Pode causar problemas auditivos para quem manuseia intensamente, e quem está na direção que a buzina é apontada. Como eu disse, o barulho é MUITO, mas MUUUUUUUUITO alto.

Buzina “da alegria”, você já vai tarde.

Vivam as vuvuzelas!

Vem aí o o ICN

Fonte: Jornal do Senado, de 12/05/2017, com grifos meus.

______

Sancionada lei que cria documento único de identificação

Foi sancionada ontem a lei que institui a Identificação Civil Nacional (ICN). Criada para unificar os cerca de 20 documentos de identificação usados no Brasil e dificultar a falsificação, a lei só não substitui passaporte e Carteira Nacional de Habilitação pelo novo documento.

A Justiça Eleitoral organizará uma base de dados com informações de identificação de todos os cidadãos, para uso de todos os órgãos governamentais.

Além de foto, o documento único conterá dados do cadastro biométrico que está sendo organizado pela Justiça Eleitoral por meio dos registros para o título de eleitor. Não será necessária a troca imediata do documento que ainda estiver válido.

— A identificação com um número único será extremamente positiva para coibir falsidades e permitir um acesso mais rápido e direto do cidadão em relação aos benefícios a que faz jus — disse o senador Antonio Anastasia (PSDB-MG).

Relator do projeto que deu origem à lei (PLC 19/2017) e que foi aprovado pelo Senado em 11 de abril, Anastasia afirmou ainda que o novo documento facilitará as relações entre o Poder Público e cada cidadão.

Para o presidente do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Guilherme Afif Domingos, as pessoas vão entender que este número será o mais confiável para a identificação.
Com Agência Brasil

Apple e seu APFS

Eis que vejo aqui que a Apple está lançando hoje o iOS 10.3  – depois de um monte de versões beta. Como já me dei mal inúmeras vezes em upgrades menores de iOS, com certeza vou esperar um booooooooom tempo para atualizar dessa vez, por um detalhe que pode trazer muita dor de cabeça se der errado: a troca do HFS pelo AFS.

Há mais de 30 anos a Apple usa o HFS como sistema de arquivos. E, claro, é o que vinha sendo usado no iOS desde seu lançamento – e lá se vão 10 anos. Mas só até o iOS 10.3. Agora estará em uso o APFS. Uma nova forma de se endereçar, organizar e armazenar arquivos. Basicamente, há diferenças em capacidade. Muitos beta testers até reportaram “aumento de capacidade” de seus aparelhos. Provavelmente o truque está na forma de alocação dos arquivos. “ganhos” desse tipo aconteceram no mundo Windows quando da época do lançamento do FAT32 e outros semelhantes com atualizações do NTFS, devido a mudança no tamanho mínimo de cluster. Exemplo: no FAT comum, se você tinha um arquivo de 1 byte, provavelmente estaria ocupando o mesmo espaço que um arquivo de 32KB, porque ambos caberiam no mesmo espaço mínimo. Ou seja, o “disperdício” era grande no FAT. O FAT32 diminuiu esse problema, e outros sistemas de arquivos todos trabalham em cima desse critério e vários outros de forma a otimizar a utilização de espaço no seu disco / pendrive / smartphone / etc. E o APFS é mais um desses sistemas – e é por melhorias desse tipo que há usuários reportando melhorias na capacidade. Provavelmente, são melhorias na forma de armazenar o arquivo.

Esse tipo de melhoria é sempre bem-vinda. O curioso é que a Apple parece estar focando essa tecnologia só para dispositivos móveis. Ora, se houver avanços, e o APFS for estável, seguro, e confiável o suficiente, imagino que deveria ir para os desktops também. O ganho talvez até seja mais notável por lá.

Vamos ver o que acontece, mas, enquanto isso, vou ficar quietinho aqui no 10.2.1… que já foi atualizado aqui com muuuuito atraso pra evitar os problemas que o iTunes tem me dado.

>>> Atualização em 28/3: Esse post aqui já indica que o APFS vai chegar no MacOS. Como eu achava que deveria mesmo. 🙂

A Nova Krull's HomePage